Fevereiro foi o mais seco dos últimos 80 anos

O mês passado tornou-se no Fevereiro mais seco dos últimos 81 anos, de acordo com o Instituto de Meteorologia.

Segundo aquele observatório, a situação de seca meteorológica teve um "agravamento grave" desde 15 de Fevereiro. Assim, de acordo com o Instituto de Meteorologia (IM), todo o território continental está em situação de seca meteorológica, do qual 68% está em seca severa e 32% em seca extrema, "os dois níveis mais elevados de severidade".

O litoral norte, o vale do Douro, a grande Lisboa, o vale do Sado, o vale do Mondego e Serra da Estrela, o interior alentejano, a costa alentejana e o sotavento algarvio são as zonas atingidas pela seca extrema. O IM divulgou hoje os dados atualizados dos valores da seca meteorológica em Portugal. No último balanço, a seca atingia 75% do território continental, dos quais 70% eram de seca severa e 5% de extrema.

Mais de 30% do território de Portugal continental está em situação de seca extrema e quase 70% em seca severa, revelou hoje o Observatório de Secas do Instituto de Meteorologia.

"Esta situação fica a dever-se à ausência de precipitação significativa em praticamente todo o território, durante a última quinzena de fevereiro", explica o IM. Segundo aquele instituto, com uma precipitação média de 2,2 mm, o mês passado tornou-se no Fevereiro mais seco dos últimos 81 anos.

De referir que 1931 foi o ano em que se começou a registar os níveis de precipitação em Portugal. Quanto à percentagem de água no solo, "a maior parte do país já apresenta valores inferiores a 50%, havendo mesmo locais na região sul onde é inferior a 40%". O IM afirma que esta seca meteorológica é, no final de Fevereiro, "mais intensa" do que a última ocorria, em 2005. Para Março, o IM admite "como mais provável um não desagravamento da severidade da seca meteorológica".

fonte:http://economico.sapo.pt/n

publicado por adm às 23:37 | comentar | favorito
tags: