Todos os dias 1.300 empregos são destruídos

Todos os dias são destruídos 1.300 postos de trabalho em Portugal. No quarto trimestre do ano passado, estavam contabilizadas 4.735,4 mil pessoas empregadas, menos 118,3 mil.

Contas feitas aos últimos três meses de 2011, a cada dia que passa 1.300 emprego desaparecem. Podemos esmiuçar ainda mais: são 55 por hora.

Os dados que o Instituto Nacional de Estatística divulgou esta quinta-feira mostram ainda que a taxa de desemprego disparou para um novo recorde entre Outubro e Dezembro: 14%. Em três meses, mais 81 mil pessoas ficaram sem trabalho. Portugal fechou o ano com 771 mil desempregados.

Quais os sectores mais afectados?

A destruição do emprego foi maior no sector da indústria, construção, energia e água, com um total de 58 mil postos de trabalho que deixaram de existir.

Segue-se o sector dos serviços, onde evaporaram 34,4 mil empregos. Na agricultura, produção animal, caça, floresta e pesca foram 26 mil.

Nota ainda para o facto de serem menos 93,4 mil as pessoas que trabalham por conta de outrem, sendo que destas,66,1 mil tinham um contrato de trabalho com termo.

Também há menos empreendedores em Portugal. O número de trabalhadores por conta própria caiu 26,7 mil. 

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/

 

publicado por adm às 23:05 | comentar | favorito