PS insiste em 25% de IRS para rendimentos de rendas

Governo também está a estudar incluir esta medida na proposta que já entregou no Parlamento.

O PS quer que os rendimentos provenientes de rendas sejam taxados em sede de IRS a 25%. Esta é uma das medidas que consta do projecto-lei do PS para a reabilitação urbana e para o mercado de arrendamento e que vem juntar-se ao coro de vozes a favor de uma tributação mais favorável para os senhorios.

A medida já tinha sido proposta em Abril do ano passado, ainda durante o Governo de Sócrates, e o próprio Executivo de Passos Coelho já admitiu estar a estudar uma solução semelhante. Além disso, a taxa autónoma em sede de IRS para estes rendimentos tem sido uma das principais reivindicações do sector para incentivar e dinamizar o mercado de arrendamento.

Actualmente, os proprietários que tenham rendimentos de rendas estão obrigados a englobá-los com os restantes (provenientes do trabalho ou das pensões, por exemplo). Com esta proposta, sairiam beneficiados os proprietários com rendimentos acima de 18.375 euros por ano, já que até este limite os rendimentos estão sujeitos a taxas de IRS que vão até 24,5%. A partir daquele montante as taxas variam entre os 35,5% e os 49%. Logo, a parcela correspondente aos rendimentos de rendas será tributada a uma taxa menor, de 25%.

fonte:http://economico.sapo.pt/

publicado por adm às 08:33 | comentar | favorito
tags: