Aumento do desemprego e moderação salarial até 2014

O desemprego vai atingir níveis "historicamente elevados" e para quem tem emprego haverá uma "forte moderação salarial" em 2012 e 2013, prevê o Banco de Portugal (BdP) no seu Boletim Económico de Inverno, divulgado esta terça-feira. 

 

A"manutenção de condições especialmente adversas no mercado de trabalho", leva o BdP a prever um forte aumento do desemprego e "uma redução das remunerações reais no sector privado" para 2012.

Apesar de não arriscar dados concretos sobre a taxa de desemprego, o BdP estima que o emprego vai reduzir 1,8 por cento em 2012 e 0,6 por cento em 2013.  

Esta redução terá um grau "relativamente similar" no sector público e privado este ano, lê-se no documento emitido pelo banco central esta terça-feira. No entanto, em 2013, a contracção do emprego "será mais intensa no sector público".  

Na relação entre  taxa de desemprego e o emprego, as projecções do BdP são mais pessimistas do que  as do Governo e da própria 'troika'.   

O Executivo prevê que a taxa de desemprego atinja os 13,4 por cento este ano.  

Com o desemprego a "níveis historicamente elevados", os salários vão sofrer reduções. No sector público vai sentir-se o efeito da suspensão dos subsídios de férias e Natal de 2012 e 2013; no sector privado, também haverá uma variação negativa.   

fonte:http://www.cmjornal.xl.pt/no


publicado por adm às 23:01 | comentar | favorito
tags: