31
Out 12

China promete a Portugal «apoio concreto» contra crise

O embaixador chinês em Portugal disse esta quarta-feira que Pequim apoia, de forma concreta, as ações do governo português contra a atual crise financeira, e garantiu que as políticas da China para estimular o consumo criam oportunidades para as empresas portuguesas.

«Com a nova conjuntura da crise da dívida soberana na zona euro, a China pretende continuar a ser o amigo e o parceiro confiável de Portugal dentro do quadro geral da relação sino-europeia, apoiando com ações concretas o esforço da parte portuguesa contra a crise da dívida soberana e participando, através dos canais apropriados, na resolução da crise na zona euro», disse o embaixador Zhang Beisan, num discurso durante o Fórum Portugal-China, da Universidade Lusíada, que hoje decorreu em Lisboa, cita a Lusa.

Numa intervenção em que fez o historial das relações diplomáticas entre a China e Portugal, Zhang considerou o momento atual como uma conjuntura de oportunidades para a cooperação entre a China e Portugal, ate graças às políticas económicas internas chinesas.

«Num próximo passo, a China vai promover as políticas de alargamento da procura interna e encorajar ativamente as empresas qualificadas a fazer mais investimentos no estrangeiro, o que oferecerá oportunidades importantes para a cooperação sino-portuguesa, nas áreas economico-comercial, científica e tecnológica, criando boas oportunidades para as empresas portuguesas entrarem no mercado chinês», referiu.

Presente no fórum esteve também, como orador, Vasco Rocha Vieira, o último governador de Macau, que defendeu que as opções políticas de fundo que a administração portuguesa de Macau tomou, continuaram a ser seguidas após a transferência de administração do território, em dezembro de 1999.

«Houve uma continuidade nos rumos traçados desde o tempo da administração portuguesa e muitas dessas pedras foram conversadas e discutidas com a China, para garantir que essa continuidade ia existir» adiantou na conferência.

Rocha Vieira considerou «evidente» o reforço da modernização e da singularidade de Macau, bem como o reforço do território como plataforma.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/

publicado por adm às 20:16 | comentar | favorito

Modelo brasileira morre durante lipoaspiração

Uma modelo brasileira, de 27 anos, morreu durante uma lipoaspiração, procedimento cirúrgico realizado no Hospital Green Hill, em Ipiranga, no sul de São Paulo.

Pamela Baris Nascimento acabou por falecer no dia 19 de Outubro, mas a polícia só tomou conhecimento do caso na passada terça-feira.

De acordo com o jornal ‘Folha de S. Paulo’, as autoridades garantem que o fígado da modelo e assistente de palco em programas de televisão terá sido perfurado durante a cirurgia, levando à perda de muito sangue e à ocorrência de uma fatal paragem cardiorrespiratória.

“Ela chegou andando e saiu morta da clínica. Quando recebemos a notícia ficámos revoltados. Nem sabia que ela ia fazer esta cirurgia. Ela não me disse, porque eu não gosto destas coisas”, lamentou a tia da vítima, Enedida Nascimento, que decidiu reportar o caso às autoridades, depois do corpo da jovem ter ido a enterrar em São Francisco do Sul, em Santa Catarina.

Em comunicado, o Hospital Green Hill que este é o primeiro caso a lamentar. Palema estaria deitada de bruços na maca, quando o cirurgião plástico terá feito a sucção da gordura na zona dos glúteos.

Para já, a morte de Pamela  está a ser investigada pela polícia de Ipiranga como homicídio culposo, situação em que aparentemente não houve intenção de matar. As autoridades investigam também a existência de um crime de fraude processual, já que não foi informada da remoção do corpo da jovem que frequentava um curso de biomedicina.

fonte:http://www.vidas.xl.pt/n

publicado por adm às 20:09 | comentar | favorito
31
Out 12

Factura energética das empresas aumenta 8 euros

Alterações no sector eléctrico espanhol vão aumentar factura das empresas portuguesas em 8 euros.

Os custos energéticos das empresas portuguesas vão aumentar em média oito euros devido às mudanças no sector eléctrico espanhol que estão hoje a ser discutidas nas Cortes. Álvaro Alvarez, vice-presidente da APIGCEE, diz que nos últimos dois anos a factura energética aumentou mais de 30 euros por MW/h e que agora a factura poderá aumentar em mais de 50% "com o impacto da fiscalidade prevista em Espanha".

"Será transferido por efeito do MIBEL a Portugal e portanto, nesta conjuntura, os preços aumentarão oito euros em Portugal se não forem tomadas medidas para compensar esse aumento" em Espanha, alerta Álvaro Alvarez.

"Essa situação leva-nos a uma situação completamente limite na exploração das nossa empresas", afirma o presidente da associação que representa grandes empresas a operar no sector siderúrgico, cimenteiro, pasta e papel, petroquímica, responsáveis por exportações na ordem dos 2.300 milhões de euros.

"Se não forem tomadas medidas não existe grande viabilidade para estas indústrias em Portugal", diz o presidente da associação que representa os grandes consumidores de energia eléctrica.

 fonte:http://economico.sapo.pt/n

publicado por adm às 13:42 | comentar | favorito
30
Out 12
30
Out 12

Poupança das famílias toca valor mais baixo desde 2001

A taxa de poupança das famílias na Zona Euro baixou no segundo trimestre deste ano, em comparação com o trimestre anterior, tocando o valor mais baixo desde o início de 2001, segundo dados divulgados esta terça-feira pelo Eurostat.

Na Zona Euro, a taxa de poupança baixou para 12,9% por cento (%) no segundo trimestre, um valor que compara com os 13,1% observados nos três meses anteriores e que é o mais baixo desde o início de 2001 (últimos dados disponibilizados pelo Eurostat).

O segundo trimestre deste ano foi o primeiro, desde 2001, em que a taxa de poupança das famílias na zona euro ficou abaixo dos 13% acrescenta a Lusa.

No conjunto da UE, a taxa de poupança das famílias manteve-se nos 11%, o mesmo valor registado no primeiro trimestre deste ano, segundo dados das contas trimestrais do gabinete de estatísticas. 

A taxa de poupança corresponde à percentagem do rendimento disponível bruto que as famílias reservam para o aforro.

O Eurostat não divulga dados por país.

fotne:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/

publicado por adm às 22:38 | comentar | favorito
29
Out 12

Vai poder pagar café com o telefone

PT aposta num projeto revolucionário. Durante dois dias operadora apresenta tecnologia a potenciais investidores

Quer beber um café mas não trouxe dinheiro consigo? Não se preocupe porque em breve pode pagá-lo com o próprio telemóvel.

A Portugal Telecom, através da TMN, está a desenvolver um projeto que promete revolucionar o mundo e que passa por efetuar pagamentos com telefone. É uma nova tecnologia, que podemos vir a usar no nosso dia-a-dia.

Em termos práticos, qualquer um de nós deixa de precisar de usar moedas para pagar, por exemplo, um cappuccino numa simples máquina.

De acordo com o responsável da Portugal Telecom (PT), Tiago Costa Alves, «o telemóvel passa a ser a nossa carteira». E explica como: basta ir «a um aplicativo [do telefone], escolher a tecnologia com que vamos pagar, verificar o saldo e todas as transações. Depositamos o dinheiro que queremos no telemóvel [atenção que não vai diretamente à conta bancária]. Dizemos que queremos comprar o café, encostamos o telemóvel à máquina em causa, o telefone pergunta se realmente queremos pagar o café, a máquina verifica se o telemóvel tem saldo na conta e, posteriormente, vai dar a sua autorização. Depois é só carregar e sair o café».

Para ter acesso a esta inovação, basta ir à página da TMN e efetuar o carregamento com um cartão de débito. É uma espécie de fundo de maneio que se vai gastando, adianta.

O processo «tem vindo a ser testado pelos cerca de 2 mil colaboradores» da operadora portuguesa, acrescenta o responsável, durante um evento internacional de tecnologia, de dois dias, que a PT está a organizar na sala Tejo, do Pavilhão Atlântico.

Tiago Costa Alves explica ainda que esta tecnologia - que permite que o cartão de débito e crédito seja integrado no telemóvel - passará a ser possível no espaço de um ano.

PT avança com pagamento virtual de parquímetros

A PT vai ainda comercializar «dentro de semanas» um novo serviço de pagamento de parquímetros através do computador, telemóvel ou «tablet», também sem ser necessário recorrer às moedas. 

O projeto projeto piloto está em desenvolvimento com a Câmara de Sintra.

«Vamos comercializá-lo brevemente», diz o presidente executivo, Zeinal Bava, à margem da conferência «Technology & Innovation», reforçando que será «dentro de semanas».

Bava adianta ainda que o sistema já se encontra em piloto «em vários sítios», mas não revela quais.

O novo sistema permite ao condutor estacionar sem ter de recorrer a moedas para pagar, bastando para tal aceder a um site, onde poderá também escolher a hora de saída ou o período de duração.

Por sua vez, os fiscais poderão verificar se o pagamento foi feito através da mesma aplicação no seu PDA.

A conferência internacional que a PT está a realizar tem como fim trazer a Lisboa mais de uma centena de potenciais investidores que gerem fundos superiores a 1 bilião de euros. O CEO da empresa, Zeinal Bava, terá a seu cargo a tarefa de apresentar aos investidores tecnologias criadas por portugueses e que, de facto, poderão mudar o mundo.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/

publicado por adm às 23:03 | comentar | favorito

Construção: confiança dos empresários em mínimos de 2000

A confiança dos empresários da construção civil atingiu em setembro o valor mínimo desde janeiro de 2000, segundo um inquérito divulgado esta segunda-feira pela Federação Portuguesa da Indústria da Construção e Obra Públicas (FEPICOP).

Nos primeiros nove meses deste ano, o indicador de confiança registou uma quebra acumulada de 19%, as perspetivas de emprego no setor uma descida de 16% e a carteira de encomendas uma queda de 22%.

«As opiniões têm vindo a refletir uma forte degradação da situação financeira das empresas», refere a FEPICOP em comunicado, apontando entre as dificuldades a escassez de procura, os atrasos nos pagamentos e as restrições no acesso ao crédito.

A federação considera «plausível» antever uma nova descida no número de trabalhadores da construção, o qual tinha atingido um mínimo de 374 mil trabalhadores no segundo trimestre deste ano.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/

publicado por adm às 23:01 | comentar | favorito
tags:

Cinco empresas nacionais constroem 50 mil casas na Argélia

Cinco empresas portuguesas vão participar na construção de 50 mil habitações na Argélia, num projeto que pode atingir um total de dois mil milhões de euros, disse o secretário de Estado da Economia.

«Isto poderá ser uma primeira fase, mas também uma oportunidade de exportação de materiais de construção portugueses», afirmou à Lusa o secretário de Estado da Economia, António Almeida Henriques, lembrando que a balança comercial para com a Argélia é «bastante deficitária» devido às importações de gás.

O protocolo assinado esta segunda-feira entre Portugal e Argélia estabelece que vão ser criadas sociedades de capital misto entre as empresas envolvidas (Prébuild, Valis, Gabriel Couto, Recer e Painhas do lado nacional) e deverá ter início já no primeiro trimestre do próximo ano.

«Argel tem um plano ambicioso de construção de habitação social, mas também de habitação para a classe média, em que tem algum atraso e lançou um desafio de podermos envolver empresas portuguesas que pudessem ter capacidade de ajudar a desenvolver este plano durante o ano de 2013 e de 2014», afirmou Almeida Henriques.

O texto do documento inclui, ainda, a possibilidade de Portugal expandir a parceria no domínio da reabilitação, gestão imobiliária, engenharia e acompanhamento dos projetos.

O modelo a seguir, explicou o secretário de Estado, assenta num esquema semelhante ao que se fez para a Venezuela, com a transferência de material e equipamento para o país magrebino.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/

publicado por adm às 22:56 | comentar | favorito
29
Out 12

Pedidos de habitação social disparam

São cada vez mais os portugueses que não conseguem pagar ao banco a prestação de um crédito à habitação, nem mesmo uma renda. Por isso, para muitos, a solução passa por pedir às câmaras municipais uma habitação social.

No Porto, por exemplo, a autarquia já recebeu 900 pedidos este ano, mais 200 que no ano passado. Os pedidos chegam sobretudo de famílias que viviam em casas degradadas.

Mas o perfil de quem pede uma habitação social tende a mudar: já não são famílias de rendimentos baixos. Alguns deixaram de pagar as prestações do crédito à habitação ao banco, outros não conseguem suportar uma renda.

O problema é que os municípios têm um número limitado de casas disponíveis. Em Coimbra, por exemplo, a autarquia tem 1.200 pedidos, dos quais 160 são casos urgentes, mas não há casas vazias.

Pior ainda é o caso de Matosinhos, onde o número de requerimentos triplicou no terceiro trimestre deste ano. Para o ano que vem os autarcas preveem que a situação ainda piore mais.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/

publicado por adm às 22:55 | comentar | favorito
28
Out 12
28
Out 12

CDS Madeira em ruptura com Portas anuncia voto contra o Orçamento do Estado

O presidente do CDS-M, José Manuel Rodrigues, apresentou a sua demissão e anunciou que partido vai 'chumbar' as contas de Gaspar.

"O líder do CDS-PP Madeira deu conta da decisão de mandatar o deputado à Assembleia da República eleito pelo círculo eleitoral da Madeira, para votar contra o orçamento de estado", lê-se no comunicado divulgado há minutos, no final da Comissão Política regional do partido, que decorrer em Câmara de Lobos.

Reconhecendo as consequências políticas desta posição, presidente do CDS-M, José Manuel Rodrigues anunciou que "hoje mesmo" apresentou a sua demissão de vice-presidente nacional do CDS.

"Até à votação final do Orçamento a 27 de novembro, o deputado do CDS-Madeira bater-se-á por alterações ao documento e se forem garantidos os direitos da Região e baixar a carga fiscal, o CDS-M poderá evoluir para um sentido de voto positivo", adiantou o líder centrista madeirense.

"Este não é um voto contra o CDS nacional, a coligação ou o Governo, este é um voto contra Orçamento de Estado para 2013 (OE2013)", salientou. Para José Manuel Rodrigues, "esta posição de quebra de disciplina de voto não constitui qualquer falta de solidariedade para com o partido ou o Grupo Parlamentar na Assembleia da República, é somente um voto consciente contra o Orçamento".

Recorde-se que Paulo Portas anunciou que o CDS não vai criar 'brechas' na coligação e que vai viabilizar o OE por "responsabilidade" e a bem da "estabilidade política".

fonte:http://economico.sapo.pt/n

publicado por adm às 19:33 | comentar | favorito
tags:
25
Out 12
25
Out 12

Fiat vende Punto na net com desconto de 30%

Anúncio da LetsBonus promete poupança até 4.256 euros

A Fiat decidiu apostar na venda de carros pela Internet. Em parceria com a LetsBonus, vai disponibilizar aos clientes desta empresa o Punto EVO MyLife com um desconto de 30% face ao preço de stand.

Quem utilizar a promoção, poderá comprar o automóvel, normalmente vendido por 13.829 euros, por 9.700 euros. Ou seja, pode poupar até 4.256 euros.

Os compradores terão de pagar um sinal de 300 euros na LetsBonus, e o valor restante à Fiat, existindo a possibilidade de financiamento junto da marca italiana para pagamento do valor remanescente, explica o anúncio na LetsBonus.

Esta promoção está disponível apenas para carros em duas cores (cinza e branco) e está limitada ao stock existente. É necessária a marcação prévia de uma visita à Motor Village Lisboa para formalização do contrato promessa de compra e venda.

O preço anunciado inclui já IVA e ISV, e extras como Pack Style (Jantes de Liga Leve 15"+ Volante e Punho da Caixa de Velocidades em Pele) / Faróis Desportivos / Extensão de Garantia / De série: Sistema Start&Stop / Personalização Blue&Me em português / Autorádio com Leitor de CDs e mp3 com comandos no volante / Kit Fumador / Espelhos retrovisores exteriores eléctricos na cor da carroçaria c/ desembaciamento e sensor de temperatura exterior / Pára-choques com acabamentos em preto translúcido / Frisos laterais de embelezamento em preto translúcido.

Não inclui custos de legalização e transporte (360€+IVA pagos aparte à FIAT) nem Sistema de Navegação.

As vendas da Fiat em Portugal caíram 34% nos primeiros nove meses deste ano, de acordo com as estatísticas da Associação do Setor Automóvel (ACAP).

Promoção já arrancou e só dura quatro dias

A promoção, que arranca esta quinta-feira e é válida durante quatro dias, resulta de uma parceria entre a LetsBonus, rede de compras coletivas que celebra este mÊs o seu segundo aniversário em Portugal, o Standvirtual, portal de venda de automóveis, e a Fiat portugal.

«Pela primeira vez, o mercado de social buying chega ao setor automóvel», referem as empresas num comunicado conjunto.

De acordo com o country manager da LetsBonus Portugal, Ricardo Mesquita, «fomos pioneiros a lançar em Portugal veículos motorizados em social buying e agora os primeiros a lançar automóveis novos aos melhores preços do mercado. Dois anos depois de termos entrado em Portugal, continuamos a demonstrar que somos, por excelência, um dos meios mais fortes para que qualquer marca, de qualquer sector, possa aumentar as suas vendas junto de milhões de consumidores». 

Recorde-se que em Outubro do ano passado a LetsBonus vendeu uma dezena scooters em menos de 72 horas.

Para o CEO da Fixeads, proprietária do Standvirtual, Miguel Mascarenhas, «é estratégico continuar a abrir novas possibilidades para o sector, nomeadamente novas formas de comercialização de automóveis em Portugal. Estaremos empenhados para que isso seja possível».

Jà o diretor comercial da Fiat Portugal, Miguel Costa, diz que «chegou o momento de olharmos para as novas potencialidades que a Internet nos oferece. Esta campanha permitirá, para além de comercializar o Fiat Punto, chegar a milhares de potenciais compradores deste carro, pois irão conhecer o automóvel, as suas especificações e, mesmo sem o desconto oferecido, o seu baixo preço».

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/

publicado por adm às 22:08 | comentar | favorito