Epilépticos terão de ir a juntas médicas para manterem isenção nas taxas moderadoras

Novo regime de taxas moderadoras vai obrigar os doentes com epilepsia a irem a juntas médicas para manterem isenção.

O Público escreve hoje que os doentes com formas graves e crónicas de epilepsia vão ser obrigados a requerer a convocação de uma junta médica para provar que têm uma incapacidade igual ou superior a 60% e emissão do respectivo atestado. Além disso terão de apresentar relatórios e exames médicos. Tudo isto para ficarem isentos de taxas moderadoras, segundo as novas regras, que entrarão em vigor já no próximo dia 1 de Janeiro. Até agora, estes doentes tinham apenas de apresentar um atestado médico.

Em declarações ao jornal, o presidente da Liga Portuguesa contra a Epilepsia, Francisco Sales, lamenta "a burocratização que isto vai implicar".

Em Portugal existem 50 a 60 mil pessoas com epilepsia.

fonte:http://economico.sapo.pt/

publicado por adm às 13:19 | comentar | favorito
tags: