Rendimento disponível dos portugueses vai cair 6% em 2012

O rendimento disponível dos portugueses deverá cair seis por cento no próximo ano, segundo projecções da Comissão Europeia, que espera também que o desemprego atinja os 13,7 por cento em 2012.

O rendimento disponível real dos particulares deverá sofrer «uma queda acentuada», na ordem dos «seis por cento», lê-se num relatório da Comissão Europeia, divulgado esta quarta-feira, sobre a segunda revisão do memorando de entendimento entre Portugal e a troika (Comissão, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional). 

Esta quebra deve-se a «aumentos nos impostos sobre os rendimentos, reduções nas transferências e aos efeitos sobre os preços de aumentos do IVA» e de outras taxas, acrescenta a Comissão.

A Comissão também menciona perspetivas «sombrias» para o mercado de trabalho no curto prazo, projectando uma taxa de desemprego de 13,8 por cento para 2012 e 13,6 por cento para 2013.

Estes são valores mais elevados que os previstos pelo Governo. No Orçamento do Estado para 2012, o Executivo previa uma taxa de desemprego de 13,4 por cento para o próximo ano, que iria reduzir-se no ano seguinte.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/e

publicado por adm às 23:40 | comentar | favorito
tags: