Morreu Cesária Évora

A cantora cabo-verdiana Cesária Évora, que se encontrava internada desde ontem, morreu este sábado, às 11h20, no hospital Baptista de Sousa, na Ilha de São Vicente, Cabo Verde, aos 70 anos. 

A notícia foi avançada pela Lusa. À agência noticiosa o diretor clínico do hospital, Alcides Gonçalves, revelou que a cantora morreu por "insuficiência cardio-respiratória aguda e tensão cardíaca elevada". O diretor adiantou ainda que desde que foi hospitalizada, na véspera, Cesária "alternou momentos de lucidez com momentos de inconsciência e esteve sempre acompanhada do seu empresário José da Silva".

Recorde-se que Cesária já estava doente há vários meses e inclusivamente tinha dado como terminada a sua carreira em setembro último, um dia antes de ter sofrido um AVC, o que a levou a estar cerca de um mês internada no hospital Pitié-Salpêtrière, em Paris.

Mas essa não era a primeira vez que a cantora - nascida a 27 de agosto de 1941, na cidade do Mindelo, Ilha de São Vicente, considerada a "embaixadora da morna" - era internada. Em 2008 sofreu um AVC, durante um espetáculo na Austrália e, em maio do ano passado, a cantora, também conhecida como 'a diva dos pés descalços', foi operada ao coração, em França, e só um mês depois regressou à sua terra natal.

Ao longo da sua carreira Cise, como era carinhosamente tratada pelos amigos, editou 24 discos, entre originais, parcerias com outros artistas e espetáculos ao vivo. Em 2004, ganhou um Grammy de melhor álbum de world music contemporânea pelo disco Voz d’Amor.

Em 2009 foi distinguida por Nicolas Sarkozy, com a medalha da Legião de Honra entregue pela ministra da Cultura francesa Christine Albanel.

Sodade é um dos seus temas mais conhecidos.

 

fonte:http://aeiou.caras.pt/f

publicado por adm às 18:26 | favorito