Lojas CR7 com menos lucro

Pouco mais de um ano depois de Kátia Aveiro ter vendido a lojaCR7 no Parque das Nações, em Lisboa, Elma Aveiro confidencia que também sente a crise, principalmente nos negócios.

"Claro que sinto a crise, como toda a gente. Tanto eu como a minha irmã [Kátia Aveiro] temos sentido nas lojas", começa por revelar a irmã de Cristiano Ronaldo, que tem a loja no Funchal, Madeira, enquanto Kátia tem a sua em Vilamoura, no Algarve.

"Penso que podemos fazer várias coisas como promoções, mas o problema é mesmo geral", explica, acrescentando que "apesar de ser uma realidade assustadora é necessário acreditar que as coisas ficarão melhores".

"Não fico parada porque sei que não é assim que as coisas se resolvem. Temos de olhar para os cortes que estão a ser feitos e pensar que é necessário andar para a frente", afirma, acrescentando, que apesar do poder económico do irmão, teme pelo futuro da sua filha, Beatriz. "O futuro da minha filha preocupa-me muito. Aliás, é mesmo o que mais me preocupa", confessa.

NEGÓCIO FECHADO

Em Outubro de 2008, Cristiano Ronaldo e a família investiram numa loja CR7 na capital, no Parque das Nações. No entanto, o negócio não correu como estava previsto e Kátia Aveiro, que estava à frente da loja, decidiu fechá-la no Verão de 2010. O espaço acabou por ser vendido por 750 mil euros a uma entidade bancária.

fonte:http://www.vidas.xl.pt/

publicado por adm às 21:02 | comentar | favorito
tags: