Bruxelas dá 1,5 milhões para trabalhadores despedidos em Portugal

Parlamento Europeu aprovou a mobilização de 1,5 milhões de euros para apoiar 726 trabalhadores despedidos de três empresas.

A verba do Fundo Europeu de Ajustamento à Globalização a favor de Portugal destina-se a apoiar trabalhadores que ficaram sem emprego na sequência do encerramento, entre Julho de 2010 e Abril deste ano, da Kromberg & Schubert, em Guimarães, da Lear, na Guarda, e da Leoni, em Viana do Castelo.

A quebra na procura de equipamento eléctrico para automóveis, que se seguiu ao declínio da procura de carros novos na União Europeia, conjugada com a impossibilidade de operar novos cortes nos custos de produção e/ou aceder ao crédito, resultou no encerramento da Kromberg & Schubert.

Esta é a quinta vez que Portugal recorre ao Fundo Europeu de Ajustamento à Globalização, criado para ajudar a reintegrar no mercado de trabalho as pessoas que perderam o emprego devido aos efeitos da globalização ou da crise económica e financeira mundial.

fonte:http://economico.sapo.pt

publicado por adm às 17:37 | comentar | favorito