51 mil funcionários públicos não sofrem corte nos subsídios, mais 40 mil que na proposta inicial

"Cerca de 51 mil funcionários públicos ficam isentos de qualquer corte, 174 mil terão um corte parcial dos subsídios de Natal e de férias, e relativamente aos pensionistas cerca de 1,9 milhões ficam isentos de corte, e cerca de 280 mil terão um corte apenas parcial, estes são os números de que dispomos", afirmou o secretário de Estado do Orçamento, Luis Morais Sarmento, durante a discussão no Parlamento da proposta de Orçamento do Estado para 2012.

O líder parlamentar do PSD, Luis Montenegro, explicou durante a sua intervenção inicial que a modelação apresentada hoje pela maioria parlamentar nas normas que implicam a suspensão do pagamento de subsídios de Natal e de férias de funcionários públicos e pensionistas deixam de fora mais 40 mil funcionários públicos destes cortes.

fonte:@ Agência Lusa

publicado por adm às 13:46 | favorito
tags: