Manifestação em frente ao Parlamento resultou em sete detenções

Sete detidos e um ferido é o balanço dos incidentes que ocorrem no final da manifestação que esta tarde decorreu em Lisboa em frente à AR.

O porta-voz da PSP, Paulo Flor, que fala aos jornalistas à porta da Assembleia da República, explicou que grande parte das detenções deveu-se a "questões relacionadas com desobediência".

A mesma fonte precisou que, dos sete detidos, dois são cidadãos de nacionalidade estrangeira, um do sexo masculino, e outro do sexo feminino. Um dos detidos de nacionalidade estrangeira agrediu um agente nos confrontos registados entre a polícia e manifestantes junto ao Parlamento, pouco antes das 18h00.

O agente tem contusões nos braços, escoriações no crânio e as últimas informações indicam que está livre de perigo. "O agente foi violentamente agredido por um cidadão estrangeiro", disse o porta-voz da PSP.

Paulo Flor acrescentou que o dispositivo começou a ser preparado na quarta-feira e levou em conta "situações do passado", admitindo que os incidentes registados em 15 de Outubro, também junto à Assembleia da República, foram levados em conta. O agente é o único ferido registado até ao momento.


Neste momento, estão ainda algumas dezenas de manifestantes junto ao Parlamento, e mantém-se o dispositivo policial no local.

fonte:http://economico.sapo.pt/no

publicado por adm às 21:55 | comentar | favorito