Soares apela à mobilização da rua contra a austeridade

Ex-presidente está ao lado de militantes do PS e do Bloco de Esquerda no apelo a um “novo rumo”.

"Não podemos saudar democraticamente a chamada rua árabe e temer as nossas próprias ruas e praças. (...) Apelamos à participação política e cívica e à sua mobilização na construção de um novo paradigma". Em duas frases, este grupo de homens de esquerda liderado por Mário Soares apela aos que se opõem "a políticas de austeridade que acrescentam desemprego e recessão, sufocando a recuperação da economia" de forma a travar "a imposição da política de privatizações num calendário adverso" e o "recuo civilizacional na prestação de serviços públicos essenciais" como é o caso da saúde, a educação, a protecção social e a dignidade no trabalho.

Ao lado de Mário Soares neste apelo contra a mobilização dos portugueses, na rua, contra a agenda que a ‘troika' impõe a Portugal estão os deputados socialistas Isabel Moreira e Pedro Delgado Alves, a militante do Bloco de Esquerda Joana Amaral Dias, o ex-ministro José Medeiros Ferreira e o sociólogo Pedro Adão e Silva, entre outros.

Além de uma avaliação muito crítica da reacção europeia à actual crise, os signatários deste texto defendem que as "correntes trabalhistas, socialistas e social-democratas adeptas da terceira via, bem como a democracia cristã, foram colonizadas na viragem do século pelo situacionismo neo-liberal".

Em vésperas da rua se mobilizar em torno da greve geral de amanhã, estes signatários apelam a "toda essa multidão de aflitos e de indignados" que "espera uma alternativa inovadora que só a esquerda democrática pode oferecer" contra a "escalada da anarquia financeira internacional" e o desmantelamento dos estados que colocam em causa a sobrevivência da UE".

fonte:http://economico.sapo.pt/n

publicado por adm às 08:27 | comentar | favorito
tags: