Segurança Social chama um milhão de beneficiários a provar rendimentos

Beneficiários de abono de família e de subsídio social de desemprego têm de actualizar dados do agregado e de rendimentos não declarados.

A Segurança Social está a chamar cerca de um milhão de beneficiários de abono de família e subsídio social de desemprego para actualizarem informações sobre a composição do agregado familiar e prestarem prova dos rendimentos da família. Em causa estão recursos que não podem ser conhecidos através da declaração de IRS ou das bases de dados da Segurança Social. É o caso de património mobiliário, onde constam valores depositados em contas bancárias, acções, fundos de investimento ou activos financeiros, explicou ao Diário Económico fonte do Ministério da Solidariedade e da Segurança Social.

Mas há outros rendimentos que não são do conhecimento da Segurança Social e devem ser avaliados para manter o acesso aos apoios, como é o caso de pensões e prestações pagas por entidades estrangeiras, bolsas de estudo fora da acção social escolar, apoios à habitação ou residência em habitação social. As declarações devem ser feitas através da Segurança Social Directa e, quem se atrasar, arrisca-se a ver os apoios suspensos. Falsas declarações impedem a atribuição de qualquer apoio social durante dois anos.

Em causa está um pouco mais de um milhão de beneficiários, referiu fonte do Ministério de Mota Soares. Os dados oficiais indicam que existem quase 1,2 milhões de crianças e jovens a receber abono e cerca de 52 mil beneficiários do subsídio social de desemprego (atribuído a famílias de menores rendimentos).

fonte:http://economico.sapo.pt/

publicado por adm às 13:45 | comentar | favorito
tags: