Igreja aceita mudar feriados se Governo fizer o mesmo

A Igreja Católica Portuguesa aceita a mudança de data de dois feriados religiosos se o Governo renunciar a outros dois civis.

"É esta a condição", sublinhou Manuel Morujão adiantando que "os bispos manifestaram o seu desejo de colaborar com o Governo" na resolução da crise embora tenham consciência que "suprir um feriado não é uma varinha mágica que resolva os problemas da economia nacional".

Contudo, explica o padre, "este é um sinal de colaboração com o trabalho, criatividade" e uma forma de "evitar os excessos, desleixo, desmotivação".

A sugestão dos dois feriados, que Manuel Morujão se escusou a identificar, é agora apresentada pela CEP à Santa Sé, a quem competirá autorizar a mudança após negociações com o Governo Português.

"A minha perceção é que os feriados passarão a ser celebrados no domingo seguinte", disse o porta-voz da CEP. Este foi um dos temas abordados pelos bispos católicos portugueses que estão reunidos em Fátima desde segunda-feira. A 178ª Assembleia Plenária da CEP termina na quinta-feira. Representa a Igreja Católica em Portugal e é composta pelos bispos diocesanos, incluindo o das Forças Armadas e de Segurança, os bispos coadjutores e auxiliares.

fonte:http://economico.sapo.pt/

publicado por adm às 20:59 | comentar | favorito