20 mil funcionários públicos reformam-se este ano

Número de reformas na Função Pública subiu este ano pela primeira vez desde 2008.

O número de funcionários públicos que se vai reformar este ano irá aumentar 4,3% para 19.902, a primeira subida desde 2008, com mais de 100 trabalhadores a receberem mais de 5 mil euros mensais.

Assim, este ano vão reformar-se mais 824 funcionários públicos que em 2010, num total de 19.902 pessoas, segundo contas da Agência Lusa com base nas listas da Caixa Geral de Aposentações (CGA) hoje divulgadas.

Do total de funcionários públicos que vão passar a ser pensionistas este ano, 107 vão auferir uma reforma superior a 5.000 euros, a maioria oriundos do Ministério da Justiça (77).

Este ano a orgânica do Governo foi alterada, tendo sido reduzido o número de ministérios, pelo que não é possível fazer uma comparação com os dados de 2010 em alguns casos.

A título de exemplo, foram extintos o Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, cujas competências passaram para a ser tuteladas pelo Ministério da Economia e Emprego, e a pasta do Ambiente ficou sob a alçada do Ministério da Agricultura, do Mar, Ambiente e Ordenamento do Território.

Entre os ministérios em que é possível fazer uma comparação com os dados de 2010, nota para a Saúde, em que o número de funcionários públicos que pediu a reforma aumentou de 2.820 em 2010 para 3.255 este ano, ou seja, mais 435.

Em sentido inverso, no Ministério da Justiça o número de funcionários públicos que passam para a reforma em 2010 caiu, tendo baixado de 707 para 527.

Do lado das subidas, destaque ainda para o serviço da Guarda Nacional Republicana (GNR), onde no conjunto deste ano passam para a reforma 1.049 funcionários, contra os 852 de 2010.

Já na Polícia de Segurança Pública (PSP), o número de funcionários que passam para a reforma caiu ligeiramente face a 2010, passando de 383 para 354.

fonte:http://economico.sapo.pt

publicado por adm às 20:54 | comentar | favorito