Mais de 120 famílias por dia deixam de pagar crédito

Número de devedores com prestações vencidas também aumenta nos escalões de crédito mais altos.

São cada vez mais as famílias portuguesas que chegam ao final do mês sem dinheiro para pagar as suas contas ao banco. Nos primeiros nove meses do ano, quase 33.000 novas famílias entraram em incumprimento- o que representa uma média de 122 casos por dia. Os números já são superiores aos registados em todo o ano de 2010, quando 28.000 famílias deixaram de conseguir pagar as suas prestações. No total são já quase 670.000 as famílias com prestações vencidas. Um aumento que se está a verificar principalmente nos dois escalões de crédito extremos: nos créditos inferiores a 1.000 euros e nos créditos superiores a 200.000.

Só no crédito à habitação o aumento de devedores com crédito vencido chega quase aos 500%. Até Setembro, 12.852 famílias deixaram de conseguir pagar as prestações da casa, o que compara com os 2.219 novos casos verificados em todo o ano anterior. Este é, por norma, o último crédito que as famílias deixam de pagar quando são confrontadas com dificuldades, o que o torna num fiel barómetro das situações limite que se vivem actualmente em Portugal. Quase todas estas famílias têm também créditos ao consumo, igualmente em incumprimento.

De acordo com os dados da Central de Responsabilidade de Crédito do Banco de Portugal, só no último trimestre foram registados 10.680 novos casos de devedores com crédito ao consumo vencido, dos quais 5.098 correspondem a crédito concedido a empresários em nome individual. Aliás, mais de um empresário individual em cada quatro tem prestações de crédito vencidas, num total de 123.677 empresários, ou 26,7% do total de devedores com financiamento para actividade em nome individual. Nenhum outro segmento de crédito, entre particulares e empresas, tem tantos devedores com crédito malparado.

fonte:http://economico.sapo.pt/

publicado por adm às 08:28 | comentar | favorito
tags: