Papandreou de saída para dar lugar a governo de coligação

O primeiro-ministro grego está de saída. Venizelos deverá formar governo de coligação com maioria no Parlamento.

O primeiro-ministro grego, Georges Papandreou, fechou um acordo para se demitir do cargo e deixar o ministro das Finanças, Evangelos Venizelos, formar um governo de coligação de maioria com o objectivo de alcançar a aprovação do último resgate à Grécia no Parlamento, revelaram fontes próximas do acordo à Reuters.

Antes da votação da moção de confiança no Parlamento, Papandreou afirmou estar disponível para avançar com um governo de coligação com maioria parlamentar no país. E isto porque, acrescenta, eleições antecipadas seriam um erro "catastrófico" e iriam comprometer o acordo da União Europeia e a próxima tranche de ajuda.

"Estou a pedir o vosso voto de confiança para que este processo possa ser assegurado", afirmou o líder grego perante os deputados em Atenas, citado pela Bloomberg. Papandrou acrescentou ainda que a última coisa que o preocupa é a sua posição.

Papandreou adiantou ainda que planeia encontrar-se amanhã com o Presidente grego, Korolos Papoulias, para discutir a sua decisão e dar início às conversações com os partidos da oposição para a formação de um governo de unidade nacional.

fonte:http://economico.sapo.pt/

publicado por adm às 23:00 | comentar | favorito
tags: