Portugal pode ter ouro de classe mundial

A empresa canadiana que está a realizar a exploração experimental de ouro em Portugal está optimista com potencial aurífero em Évora.

A Colt Resources, que assinou com o Governo português contratos de três anos para extrair ouro nas freguesias de Nossa Senhora da Boa-Fé (Évora) e Santiago do Escoural (Montemor-o-Novo), diz que se os estudos da empresa se revelarem acertados, o metal precioso existente em Évora é de qualidade superior, semelhante às descobertas no Canadá, Austrália e Gana.

“Estamos convictos de que a zona da Boa-Fé tem imenso potencial e pode vir a demonstrar ser uma descoberta de classe mundial”, declarou o CEO da Colt Resources em entrevista à Bloomberg.

As anteriores tentativas de encontrar ouro nesta zona falharam porque se concentraram apenas numa área de pequena dimensão, tendo a Colt encontrado sinais de um vasto depósito aurífero depois de ter alargado ao raio de exploração, referiu - numa outra entrevista - Jorge Valente, que preside à unidade portuguesa da empresa canadiana, a Eurocolt Resources.

Além da exploração nas freguesias de Nossa Senhora da Boa-Fé e de Santiago do Escoural, o Governo permitiu também a prospecção regional de ouro em vários concelhos das redondezas.

Sublinhe-se que o ouro é a matéria-prima que está a valorizar há mais tempo nos mercados internacionais. Desde o início de 2011, acumula já uma subida de 23,66%, tratando-se do 11º ano consecutivo de ganhos. 

Hoje, segue a negociar nos 1.757,28 dólares por onça, a ganhar 1,07%. Este ano, o metal precioso registou sucessivos máximos históricos, tendo marcado o mais alto nível de sempre a 6 de Setembro, nos 1.925,15 dólares.
fonte:http://www.jornaldenegocios.pt/
publicado por adm às 23:37 | comentar | favorito
tags: