Saiba quanto vai aumentar o preço dos automóveis

O preço dos carros vai subir novamente a partir de 2012, depois de o Governo ter subido o Imposto Sobre Veículos.

O preço dos carros vai voltar a aumentar já no próximo ano por causa da subida do Imposto Sobre Veículos (ISV). Dos exemplos calculados pela Associação Nacional das Empresas do Comércio e da Reparação Automóvel (Anecra) para o Diário Económico alguns dos aumentos nos veículos mais vendidos podem rondar os 500 euros.

É o caso do Nissan Qashqai a gasóleo, que vai sofrer um acréscimo de 496 euros, passando a custar ao consumidor 26,3 mil euros. Já num dos modelos a gasolina mais vendidos - o Peugeot 207 Active - a subida será de quase 200 euros e a factura final vai ficar nos 14,4 mil euros. No caso de um Ferrari, o aumento será mais expressivo: 1,8% no preço final do carro, passando a custar 219,6 mil euros.

O Orçamento do Estado para 2012 (OE/12) trouxe más notícias para o sector. O ISV vai subir em média 6,4%, com o agravamento de 5,3% na componente de cilindrada e de 7,5% na componente ambiental - dois factores que entram no cálculo do imposto. Este aumento foi afinal menor do que chegou a ser estudado, que apontava subidas de cerca de 10% e 15% em cada componente.

A nova subida de imposto vai implicar mais dificuldades para o sector. O secretário-geral da Anecra, Jorge Neves da Silva, considera que "o sector automóvel tem sido, para todos os governos, como a galinha dos ovos de ouro", mas "o problema é que a galinha já não põe ovos". O responsável explica que "este ano há com uma quebra tremenda quer nas vendas de automóveis quer na reparação automóvel" e adverte que "o próximo ano será ainda pior". Por sua vez, o secretário-geral da Associação Automóvel de Portugal (ACAP), Hélder Pedro, sentencia que "o cenário é mau e as perspectivas para 2012 são ainda piores".

De facto, de acordo com os dados mais recentes da Associação Automóvel de Portugal (ACAP), em Setembro deste ano o mercado de automóveis ligeiros de passageiros não foi além das 9.220 unidades vendidas, o que se traduziu numa quebra de 33,8% face ao mês homólogo. Em termos acumulados, nos primeiros nove meses de 2011, as vendas de automóveis ligeiros de passageiros atingiram as 123.540 unidades, o que representou uma diminuição de 23,5% face ao mesmo período de 2010.

Nos últimos anos, o preço dos carros tem subido, sobretudo por via dos impostos, penalizando o sector automóvel. Em Janeiro deste ano, o Governo aumentou a taxa do IVA de 21% para 23%, o que levou a uma ‘corrida' à compra de carros no último semestre de 2010, antecipando a subida do imposto. O mesmo se passou em Maio e Junho de 2010, depois de o Governo de José Sócrates anunciou um aumento da taxa de IVA de 20% para 21% em Julho, altura em que houve um comportamento semelhante dos consumidores.

Desta vez, espera-se um comportamento semelhante por parte dos consumidores. Neves da Silva antecipa que "é possível que este ano, em Novembro e Dezembro as vendas subam ligeiramente (tal como aconteceu no ano passado) antecipando os agravamentos que entram em vigor em Janeiro de 2012".

No ramo automóvel, este não é o único imposto que vai subir em 2012. O Imposto Único de Circulação (IUC) também será agravado. Quem tem um Peugeot 207 Active, por exemplo vai pagar mais 3,7% de IUC, para 160,8 euros.


Gasolina

Ford Fiesta 1.25i Titanium 5p
Um Ford Fiesta vai passar a custar 15.532 euros em 2012, mais 121,6 euros do que neste ano.

Mercedes E 200 CGI BE
No Mercedes, haverá um agravamento de 500 euros, para 49.226 euros. Só no ISV a subida será de 405,8 euros.

Peugeot 207 Active 1.4VTi 95cv 5p
O preço deste carro terá um agravamento de 1,4% e vai passar a custar de 14.436 euros. Só o ISV vai subir 8,4%.


Gasóleo

Opel Corsa 1.3 CDTI 95cv ecoFlex Start/Stop Enjoy (11) 5p
Este Opel Corsa vai custar mais quase 80 euros no próximo ano. O comprador terá de desembolsar 18.679 euros.

Nissan Qashqai 1.5 dCI 110cv ECO 4x2 Visia
Este Nissan Qashqai custa este ano 25.800 euros. Quem o comprar em Janeiro do próximo ano terá de pagar 26.296 euros.

VW Golf VI Variant 1.6I TDI 105cv DPF Confortline
Quem optar por este modelo da Volkswagen vai ter de pagar mais 360 euros no próximo ano, num total de 28.986 euros.

fonte:http://economico.sapo.pt/

publicado por adm às 08:22 | comentar | favorito