Privados desconhecem nova concessão para o IP3

Ministro Álvaro Santos Pereira anunciou ontem essa hipótese, por haver “muitos interessados”.

A intenção de o Governo lançar um concurso público internacional para explorar uma nova concessão rodoviária, referente à reconstrução do IP3 entre Coimbra e Viseu, é desconhecida dos maiores grupos de construção e concessões portugueses.

Ontem, na Assembleia da República, na Comissão Parlamentar de Economia e Obras Públicas, Álvaro Santos Pereira, ministro da Economia, avançou com essa hipótese. Questionado pela deputada do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, o ministro da Economia disse que "sempre que os privados queiram avançar com uma obra, considerada de interesse público e desde que seja sem custos para o Estado, o Governo é favorável".

Referindo-se mais especificamente a este projecto e ao alegado interesse dos grupos privados nele, Álvaro Santos Pereira acrescentou que "é normal que queiram avançar em regime de concessão".

"No caso do IP3 entre Coimbra e Viseu, há muitos interessados, teremos gosto em avançar com um concurso público para o efeito, se tal se mantiver", adiantou o governante.

fonte:http://economico.sapo.pt/no

publicado por adm às 08:27 | comentar | favorito
tags: