Factura da luz aumenta 4%

Os consumidores domésticos vão mesmo ver a sua factura da luz agravada em 4% já a partir de Janeiro.

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), liderada por Vítor Santos, anunciou hoje que as tarifas de electricidade deverão subir em média 4% no próximo ano para os consumidores domésticos de Portugal Continental e das Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira.

Este incremento traduz-se, de acordo com as contas da ERSE, num aumento mensal de 1,75 euros para uma factura média de 50 euros (já com a actualização do IVA para 23%) - representando um acréscimo anual de 21 euros.

Em causa está um universo composto por cerca de 4,6 milhões de clientes, com um consumo médio anual de 2.861 kWh.

Para as famílias mais vulneráveis, abrangidas pela recentemente criada tarifa social, o impacto no final do mês rondará os 57 cêntimos para uma factura média de 26 euros. Em Portugal existem cerca de 5,4 milhões de clientes domésticos, dos quais 666 mil pagam a tarifa social.

A subida só será definitiva a 15 de Dezembro, depois de a ERSE avaliar o parecer do seu conselho tarifário, mas é justificada com "a evolução do custo das matérias-primas energéticas e da energia eléctrica nos mercados internacionais".

Recorde-se que no mês passado, Passos Coelho apontava para um aumento de mais de 30% no preço da electricidade. No entanto, e para impedir um aumento excepcional dos custos da energia no próximo ano, o Governo aprovou um conjunto de medidas em Conselho de ministros com reflexo na atenuação do aumento do preço.

fonte:http://economico.sapo.pt/

 

publicado por adm às 22:13 | comentar | favorito
tags: