Sector privado obrigado a trabalhar mais sem receber

O Governo decidiu alargar em meia hora o horário diário de trabalho do sector privado.

A proposta do Orçamento do Estado para 2012 prevê que o horário de trabalho diário passe de 8 horas, para 8 horas e meia. São mais duas horas e meia por semana.

Esta medida vai afectar todos os trabalhadores do sector privado e estará em vigor durante dois anos. O alargamento do horário de trabalho era uma reinvindicação do patronato e nos últimos dias foram vários os econoministas a defender mais horas de trabalho e menos férias. 

Passos Coelho disse que esta medida substitui a descida da taxa social única e visa contrariar a quebra do crescimento económico. O primeiro-ministro confirmou ainda que o calendário será agilizado para reduzir o número de pontes.

fonte:http://economico.sapo.pt/

publicado por adm às 22:46 | comentar | favorito
tags: